Pedreiro é assassinado por causa de som alto em Lucas do Rio Verde

Publicado em 30 de novembro de 2017 às 23h:40

Foto divulgação

Jodeir Gonçalves, de 25 anos, morreu logo após dar entrada no hospital com ferimentos causados por tiro de espingarda calibre 28, que atingiu a região do rosto. O crime ocorreu nesta noite, por volta das 20h30, em Lucas do Rio Verde (350 km de Cuiabá).

De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava na companhia de um amigo, ouvindo música e ingerindo bebida alcoólica. Incomodada com o som alto, a proprietária do conjunto de quitinetes foi ao local, em companhia de um desconhecido. Durante a discussão o homem e a vítima teriam entrado em luta corporal. O suspeito foi embora e retornou logo em seguida armado com uma espingarda e efetuou o disparo contra Jodeir. Ele foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo informações policiais, o assassino fugiu logo em seguida. Até o momento não foi localizado. Foram encontrados dois cartuchos de espingarda calibre 28, (mesmo calibre da arma usada pelo assassino), próximo ao potão de acesso às quitinetes. O caso está investigado pela Polícia Civil

Jodeir tinha esposa e uma filha de sete anos e exercia a profissão de pedreiro. O sepultamento está previsto para amanhã.