Acusado de fraudes, secretário de Meio Ambiente do Governo Taques está preso

André Baby estava viajando e somente hoje à noite agentes da Civil cumpriram mandado de prisão

A 14 dias de acabar a administração Pedro Taques, mais um secretário de Estado do atual governo é preso. Está em cárcere desde o início da noite desta terça o secretário de Meio Ambiente, André Luis Torres Baby. Sua prisão foi decretada pelo desembargador Orlando Perri há uma semana, desde a deflagração da quarta fase da operação Polygonum. Seus passos estavam sendo monitorados. E somente hoje é que agentes da Polícia Civil localizaram-no. O secretário vai pernoitar na sede da Polinter, em Cuiabá, e nesta quarta será encaminhado para exames de corpo delito.

Segundo as investigações da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), Baby teria participação em fraudes no sistema de regularização e monitoramento de propriedades rurais e instrumentalizados no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Outras cinco pessoas já tinham sido presas no último dia 12, por envolvimento no mesmo esquema, sendo elas o ex-superintendente da Sema, João Dias, os ex-assessores técnicos Alan Richard Falcão Dias, Hiago Silva de Queluz e Bruno César Caldas e ainda o ex-analista da secretaria, Guilherme Augusto.