No interior do estado, das 62 unidades do Detran, 30 estão com atendimento parcial. As demais ainda não estão funcionando.
No interior do estado, das 62 unidades do Detran, 30 estão com atendimento parcial. As demais ainda não estão funcionando.

A greve dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) completou 45 dias nesta quarta-feira (25). Uma reunião realizada hoje na Casa Civil, entre representantes da categoria e do governo do estado, terminou sem acordo.

Os servidores entraram em greve para cobrar a atualização da tabela salarial. Segundo a entidade, diante da ausência de proposta do governo, a greve iniciada no dia 11 de setembro continua por tempo indeterminado. O governo, por sua vez, informou que uma nova reunião deve ser realizada com a categoria na próxima semana.

Os servidores do Detran retomaram parcialmente o atendimento na sede do órgão no dia 17 deste mês. De acordo com a assessoria do Detran, os serviços que estão sendo prestados na sede do órgão são os de licenciamento e habilitação. Outros serviços, como a abertura de processos e agendamento de vistorias, não estão sendo realizados.

No interior do estado, das 62 unidades do Detran, 30 estão com atendimento parcial. As demais ainda não estão funcionando.

Na semana passada, a Casa Civil informou que no momento não é possível apresentar uma proposta aos servidores do Detran, porque a atual gestão ultrapassou o limite de gastos no segundo quadrimestre deste ano, o que já foi alertado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

<< ANTERIORCPI da Saúde investigará termo de parceira entre prefeitura e OSCIP
PRÓXIMO >>Idosos participam de palestra sobre sono