Justiça suspende divulgação de pesquisa por suspeita de irregularidade

Decisão atende a representação protocolada pela coligação do candidato Miguel Vaz

Must read

Miguel Vaz garante extensão da Ferronorte até Lucas do Rio Verde

Produtores rurais de MT são destaque nacional por técnicas ambientais

Primeiro lote será usado para vacinar 32,5 mil pessoas em MT

O juiz Cristiano dos Santos Fialho, da 21ª Zona Eleitoral de Lucas do Rio Verde, determinou a imediata suspensão da divulgação de uma pesquisa realizada pelo instituto Gazeta Dados, que deveria ser divulgada nesta segunda-feira (02) no Município.

A decisão atende a uma representação protocolada pela coligação “Gente que Faz”, encabeçada pelo candidato Miguel Vaz (Cidadania).

O juiz atribuiu uma multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

Conforme a decisão, o questionário não obedeceu a nenhum critério na disposição dos nomes dos candidatos no questionário apresentado aos eleitores, ora colocando um nome em uma posiçao, ora colocando em outra. Para o magistrado, isso pode “influenciar e distorcer o resultado real da pesquisa”.

“O questionário que embasa a pesquisa eleitoral, registrada no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), com o número MT-03527/2020, não observa critério algum, para o efeito de ordenar os nomes dos candidatos no questionário de pesquisa, visto que as perguntas indicam alterações na ordem de apresentação dos nomes”, registrou o magistrado.

“A inexistência de adoção de critério claro e objetivo quanto a apresentação dos nomes dos candidatos, que se materializa através da mudança injustificada na indicação da ordem dos nomes dentro da própria pesquisa constitui um forte indicativo de irregularidade”, prosseguiu o juiz.

Ainda conforme Fialho, a irregularidade é relevante pois pode induzir o eleitor a erro.

A pesquisa foi realizada entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro ouvindo 500 moradores de Lucas.

Além de Miguel Vaz, também são candidatos no municípios os candidatos o atual prefeito Luiz Binotti (PSD), Cláudio Sena (Podemos) e Mano da Saúde (Pros).

Por: Mídia News

- Advertisement -spot_img

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article

Miguel Vaz garante extensão da Ferronorte até Lucas do Rio Verde

Produtores rurais de MT são destaque nacional por técnicas ambientais

Primeiro lote será usado para vacinar 32,5 mil pessoas em MT