Política fiscal de Pedro Taques tira de Mato Grosso gigante mundial de latinhas

Cuiabá, 31 de outubro de 2006. Numa uma área de 112,8 mil metros quadrados, dos quais 13,6 mil metros construídos, no Distrito Industrial, a cidade ganha uma planta da Rexam PLC – maior fabricante mundial de latinhas para bebidas. Cuiabá 4 de julho de 2018, operando sob a bandeira da Ball Corporation que a comprou há dois anos, por 4,4 bilhões de libras (cerca de US$ 6,8 bilhões), num negócio que também envolveu ações essa fábrica baixa as portas. O que se esconde por trás da decisão de botar fim à atividade em Mato Grosso?

A resposta é simples:a política de caça às bruxas (ou supostas bruxas) do governo de Pedro Taques contra o setor empresarial, sob o argumento de que é necessário tirar o enquadramento das empresas para obtenção do incentivo, uma vez que o governo estaria enfrentando problemas de caixa.

Essa caçada não permitiu que a Ball renovasse o incentivo fiscal que recebia por meio do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic) executado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec). O prazo de vigência do incentivo encerrou-se em 31 de dezembro de 2016 e desde então a empresa negociava sua renovação com a Sedec e a Secretaria de Fazenda, o que não foi possível.

Com o fechamento o mercado de trabalho sofreu baque em Cuiabá. A Ball gerava cerca de 90 empregos direitos e 310 indiretos. Ou seja, cerca de 400 trabalhadores foram atingidos diretamente. Além disso, a indústria de bebidas perde um estratégico fornecedores de latinhas e terá que buscar o produto fora de Mato Grosso. A Renosa, que fabrica Coca Cola em Várzea Grande e a Cervejaria Petrópolis, em Rondonópolis, eram os principais clientes da indústria ora entregue às moscas.

Em nota a Associação dos Empresários do Distrito Industrial lamentou o fechamento. A Federação das Indústrias (Fiemt) permanece calada. O governo de Mato Grosso não comentou o fato.

Eduardo Gomes/boamidia

Foto: Divulgação Ball

[meta_gallery_slider autoplay=”true”]