Prefeito de Lucas do Rio Verde libera eventos com até 80 pessoas

Must read

Miguel Vaz garante extensão da Ferronorte até Lucas do Rio Verde

Produtores rurais de MT são destaque nacional por técnicas ambientais

Primeiro lote será usado para vacinar 32,5 mil pessoas em MT

Mesmo estando entre as 10 cidades mato-grossenses que registraram maior aumento no número de casos confirmados de coronavírus nas últimas duas semanas, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte da Capital) editou um decreto que permite a realização de eventos particulares, como festas de aniversário, casamentos e batizados, com até 80 pessoas reunidas.

Na sexta-feira (8), o prefeito Luiz Binotti (PSD) assinou o decreto municipal nº 4.780 que flexibiliza atividades escolares da rede privada e eventos de forma condicionada. Essas atividades estavam suspensas devido à pandemia da covid-19.

Conforme o decreto, eventos particulares poderão ser realizados com 30% da capacidade do espaço, respeitando o limite máximo de 80 pessoas, mantendo o distanciamento de 1,5 m entre as pessoas e o uso de máscara é obrigatório. O documento também determina que todos os estabelecimentos cumpram as condições estabelecidas e que respeitem os protocolos de segurança do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Secretaria Municipal de Saúde.

 

Uma das regras para realizar qualquer evento é informar a Secretaria Municipal de Saúde. “Caso não ocorra informe prévio, a Vigilância Sanitária deverá encerrar o evento”, diz o parágrafo 2º do artigo 10.

Nas lanchonetes e restaurantes estão autorizadas as apresentações musicais ao vivo e estes estabelecimentos poderão atender com 50% de sua capacidade máxima, respeitando o distanciamento entre as mesas e com todos os cuidados para evitar aglomerações e reforçando higiene do local.

O descumprimento das normas estabelecidas no decreto implicará na aplicação de multa pela fiscalização, podendo ser de natureza leve, grave e gravíssima, indo de 20 a 2 mil Unidades Fiscais de Lucas do Rio Verde (UFLs). Cada UFL vale R$ 14,04, portanto a multa pode variar de R$ 280,8 a R$ 28.080.

Evolução dos casos

No dia em que o decreto foi publicado, Lucas do Rio Verde registrava 14 casos confirmados de covid-19 e dois óbitos pela doença, conforme dados do próprio site da prefeitura. Na terça (12), também segundo dados publicados pela prefeitura, o município tem 22 pessoas com a doença, sendo 5 recuperados, dois óbitos, 11 suspeitos, 87 descartados e 6 com sintomas gripais. Uma semana atrás, Lucas do Rio Verde registrava 9 casos. Duas semanas atrás, eram 3.

Apesar do crescimento de casos, no decreto está disposto que a decisão de flexibilizar essas atividades levou em consideração a situação local da pandemia.

Atividades escolares

O decreto autoriza ainda, de maneira facultativa, o retorno das atividades escolares presenciais na rede particular de ensino para alunos a partir do 6º ano em 18 de maio, desde que cumpram o protocolo de higienização e sigam as determinações como retorno de forma fracionada e com atendimento presencial de no máximo de 50% do número de alunos e atendimento semipresencial concomitante aos demais alunos.

A autorização também é válida para as atividades privadas de ensino técnico e superior. De maneira facultativa, também estão autorizadas atividades de escolinhas esportivas particulares, com alunos a partir de 9 anos, respeitando os protocolos estabelecidos pelo decreto.

- Advertisement -spot_img

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article

Miguel Vaz garante extensão da Ferronorte até Lucas do Rio Verde

Produtores rurais de MT são destaque nacional por técnicas ambientais

Primeiro lote será usado para vacinar 32,5 mil pessoas em MT