O presidente Jair Bolsonaro faz, hoje, a primeira visita oficial a Cuiabá desde que foi eleito. Ele chegou por volta das 09:20h, no aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, foi recebido pelo governador Mauro Mendes, os prefeitos Kalil Baracat e Emanuel Pinheiro e demais lideranças.

Um grande número de mato-grossenses recepcionou o presidente, no aeroporto. Bolsonaro, antes de entrar no carro, foi cumprimentá-las. Foram instaladas grades e se formou um corredor onde o presidente conversou e cumprimentou os simpatizantes.  Alguns gritavam “mito, mito”, “Lula na cadeia”, “fora paletó” (crítica ao prefeito Emanuel Pinheiro), e o hino nacional.

O presidente veio acompanhado de ministros general Heleno Pereira (Gabinete Segurança Institucional), Tereza Cristina (Agricultura), dos deputados federais José Medeiros e Nelson Barbudo, do presidente do IPA (Instituto Pensar Agro), ex-deputado Nilson Leitão.

Em seguida, o presidente foi ao Hotel Fazenda MT, em Cuiabá, onde centenas de apoiadores o recepcionaram. Ele participa do seminário sobre Etnodesenvolvimento e Sustentabilidade no Centro-Oeste, onde também estarão lideranças indígenas, desenvolvido pela FUNAI (Fundação Nacional do Índio), onde são debatidos avanços nas atividades na agricultura, piscicultura e demais áreas em que os índios atuam dentro de suas aldeias e reservas. Bolsonaro fará entrega de mais de 20 tratores para indígenas e dezenas de implementos agrícolas.

Os índios Parecis estão entre os que mais avançam trabalhando nestes setores. Agrônomos e representantes de instituições já fizeram palestras para os indígenas com orientações para avançar no preparo do solo, plantio e colheita.

O evento iniciou ontem, com participação do governador e parlamentares. O presidente deve ficar no seminário até por volta de 11h. O Palácio do Planalto informou que ele deve retornar a Brasília no final da manhã.

Em setembro do ano passado, Bolsonaro visitou Sinop, onde inaugurou uma indústria de etanol, e também foi a Sorriso.

Em Mato Grosso, o presidente tem forte apoio popular. Lideranças do Nortão estão se mobilizando para ir a Brasília, semana que vem, reforçar manifestação nacional de apoio ao presidente

<< ANTERIORPrefeitura debate implantação de novo terminal de integração em Lucas; projeto anterior é inviável
PRÓXIMO >>Moradora de Lucas do Rio Verde de 37 anos morre em decorrência da Covid