Segundo a Conab, a dinâmica dos ciclos produtivos continuará se acentuando, através da migração de área de algodão de primeira safra para a segunda safra.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a expectativa de crescimento do mercado de algodão em Mato Grosso para a próxima safra é de 10%. Com isso a safra 2017/18, pode atingir cerca de 690,6 mil hectares.

Segundo a Conab, a dinâmica dos ciclos produtivos continuará se acentuando, através da migração de área de algodão de primeira safra para a segunda safra. “O cultivo da segunda safra de algodão, cujo predomínio é na região oeste, deve crescer mais uma vez, tendência que ocorre há anos. Em contrapartida, as áreas de primeira safra poderão sofrer quedas proporcionais, principalmente na região sudeste do Estado, perdendo espaço para o cultivo da soja”.

A produtividade do algodão é estimada em 4,1 mil quilos por hectare, cerca de 1,8% maior que na última safra (pouco mais de 4 mil quilos por hectare). A Conab prevê ainda que, em um cenário otimista, a produção mato-grossense de algodão pode chegar a 2,8 milhões de toneladas, representando um crescimento de 12% em relação à safra passada, quando foram produzidas 2,5 milhões de toneladas.

Em um cenário pessimista, a previsão de crescimento da produção é de 1,8%, atingindo, desta forma, 2,574 milhões de toneladas.

<< ANTERIORJornalista larga ‘emprego dos sonhos’, vende casa e carro para dar volta ao mundo
PRÓXIMO >>Força Nacional desembarca em Alta Floresta para evitar invasão indígena na usina São Manoel